Taboão da Serra - SP - BRA
+55 11 9.6829.1749

Parceria, seu real valor

Site oficial de Fernando Alves Firmino

Parceria, seu real valor

Já pensou no quanto as vezes alguns por egoísmo ou vaidade não alinha parcerias?

Vender seu produto ou serviço não é a única alternativa para seu crescimento profissional ou comercial.

Muitas vezes, parcerias, podem se tornar fundamentais para que seu nome ou de seu produto/serviço cresça e se valorize, chegando, é claro, no seu principal intuito: gerar dividendos.

Parcerias de colaboração mútua são extremamente salutares em um mundo, onde qualidade, competitividade são cada vez mais exigidas.

Unir forças para estabelecer uma parceria estratégica envolve dividir compromissos e alcançar um objetivo em comum.

Uma parceria estratégica é uma ligação estabelecida entre duas partes, sendo que existe entre elas uma troca mútua de benefícios e em que, o objetivo final, é que o resultado de ligação entre as duas seja maior ou melhor do que o conseguido individualmente.

Em um mercado cada vez mais competitivo e com consumidores cada vez mais exigentes, o estabelecimento de parcerias torna-se um importante aliado para as empresas que desejam um diferencial competitivo. Parcerias empresariais não ocorrem somente em grandes empresas, mas também em micro e pequenas, trazendo inúmeros benefícios as mesmas.

Para que as alianças estratégicas proporcionem crescimento, é fundamental saber com quem você está se aliando.

As duas empresas precisam ter alguma relação:
  • Oferecem o mesmo tipo de produto?
  • Têm serviços que se complementam?
  • Atingem o mesmo público-alvo?

Se a resposta para uma dessas perguntas for sim, há grandes chances de criar valor ao cliente a partir da parceria.

Claro, existe a possibilidade de uma parceria não dar certo, mas o que pode causar isto?

A divergência de qualidade no produto oferecido

Mesmo que a empresa atue no mesmo segmento que a sua, é preciso ter cuidado quanto à qualidade do produto que ela oferece.

Se o grau de qualidade do produto impacta no preço, o perfil do cliente também varia.

Nesse caso, não adianta fazer parceria com empresas que oferecem produtos com qualidade distinta do seu, já que, dessa forma, não será possível atingir os mesmos consumidores.

As complicações ideológicas e conflitos com o público

Outra desvantagem é criar alianças com empresas que possuem uma ideologia diferente da sua.

Se ela não tiver os mesmos valores morais e éticos, assim como propósitos compatíveis, é difícil fazer a parceria funcionar.

Isso porque há chances de o público não enxergar a parceria com bons olhos, o que só prejudica a imagem da sua empresa.

Da mesma forma, fuja de empresas que estão em conflito com o público ou vivenciam uma crise de imagem.

Um bom termômetro é avaliar a relação da empresa com o público nas redes sociais.

Como evitar essas possíveis desvantagens?
  • Agora que você conhece as desvantagens, saiba como evitá-las:
  • Busque parceiros que complementem o seu negócio
  • A empresa parceira deve ser capaz de complementar o seu negócio de alguma forma, seja oferecendo uma nova tecnologia, seja criando um serviço especial para o cliente, por exemplo.
  • Não faça parcerias com empresas que nada têm a agregar.
  • O ideal é que elas possam suprir alguma falha ou escassez na empresa.
“Procure por indivíduos ou empresas que têm forças onde você tem fraquezas e vice-versa”, destaca Geoffrey James, aconselha do blog Sales Source, em um artigo para a revista Inc.

Em síntese, comece a dialogar mais, tente, através dos mecanismos das redes sociais ampliar seu networking e quem sabe, encontrar aquele parceiro que pode ser a peça que falta em sua empresa, marca ou serviço para decolar de vez.

Em minha experiência profissional, tenho colhido parcerias importantes de troca de experiências e serviços que agregam muito a minha marca e meus projetos, por isso recomendo e muito que se busque sempre grandes parceiros.

Conheça um pouco dos meus parceiros no ESPORTESNET

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: